terça-feira, maio 30, 2006

Dados para o Relatório de Boa Gestão Desportiva e Financeira: desde Janeiro de 2003 foram contratados pela Académica/O.A.F. 52 (cinquenta e dois) jogadores.
- 34 (trinta e quatro) Estrangeiros, dos quais 26 (vinte e seis) Brasileiros: Marcos António, Esquerdinha, Marcel, Brum, Lira, Exequias, Alcântara, Fernando, Gelson, Filipe Alvim, Delmer, Dionatan, KáKá, Joeano, Flávio Dias, Fávaro, Rafael Gaúcho, Luciano, Ricardo Perez, Buzáky, Fiston, Fouhami, Kenny Cooper, Dani, N`Doye, Beaud, Danilo, Pedro Silva, Zada, Serjão, William, Wallace, Bruno Leite e Wilton;
- 18 (dezoito) Portugueses: Vítor Vieira, Manuel José, Ricardo Fernandes, Kenedy, Hugo Leal, Andrade, Filipe Teixeira, Carlos Martins, Pedro Oliveira, Pedro Henriques, Rodolfo, José António, Zuela, Paulo Sérgio, Fábio Felício, Vasco Faísca, Pedro Fontes e Chano.
Dos 52 jogadores contratados, sete nunca chegaram sequer a ser utilizados: William, Wallace, Bruno Leite, Wilton, Pedro Fontes, Chano e Beaud.
M´espanto às vezes, outras m´avergonho (Sá de Miranda)

segunda-feira, maio 29, 2006

"Mais vale acender uma vela que maldizer a escuridão"
Madre Teresa de Calcutá

domingo, maio 28, 2006

O Futebol é isto mesmo: é a frase mais pronunciada depois da eliminação dos sub-21. E que se ouve repetidamente no futebol nacional. Era o que mais faltava que o futebol não fosse isto mesmo. Mas a verdade é que deveríamos encontrar melhores justificações para o desastre da selecção ou os repetidos desaires dos nossos clubes.
É que não se deve culpar o futebol de tudo, principalmente quando os dirigentes são fraquinhos. Para não lhes chamar outra coisa. Aos da Federação, da Liga e dos Clubes.

sábado, maio 27, 2006

Rock in Rio - Lisboa 2006

sexta-feira, maio 26, 2006

O "guarda-chuva" da "presunção de inocência": Ser-se e parecer-se um bandido desencadeava uma censura social e uma evidente humilhação pessoal que obrigava, mesmo o mais desavergonhado, a recolher-se. Hoje, é profundamente lamentável que um número cada vez maior de respeitáveis cidadãos considere que a corrupção (a que, por um mínimo de pudor, preferem chamar de esperteza ou capacidade de iniciativa) é uma realidade com que temos de saber conviver. E não sendo até invenção nacional, que mal há em relacionarem-se com um vigarista, se ele, para além de tudo o mais, ainda meteu as cunhas para o emprego das filhas dos amigos?
O clima moral e ético dominante transformaram o lodaçal num magnífico lago para patos.
(Maló de Abreu)

terça-feira, maio 23, 2006

pois!

quarta-feira, maio 10, 2006

terça-feira, maio 02, 2006

O Porta-aviões vai ser relançado ao mar brevemente...