sábado, abril 16, 2005

A esta hora...

É beijo tudo o que de lábios seja
quanto de lábios se deseja.
(Jorge de Sena)

5 comentários:

Anónimo disse...

Ah! um beijo. Finalmente um beijo.
No PA também há tempo para beijos e poesia?

O'sanji disse...

o beijo é na boca e junto.
Carlos Drummond de Andrade

Ima disse...

Continua a voltar frequentemente e a tomar-me à noite,
quando os lábios e a pele se lembram...

Konstandinos Kavafis

Anónimo disse...

E o beijo da mulher-aranha...Louva-Deus fêmea, qual concobina que ama até à exautão a vitima! Haverá alguém assim na Romeira!

Anónimo disse...

This is very interesting site... here